11 July 2011

Ames – Teresina e União da Juventude Rebelião Vão às ruas e impedem o aumento das passagens!




Teresina possui hoje uma das piores frotas de ônibus do país, mas os empresários insistem em tentar aumentar as tarifas das passagens anualmente. No entanto, não propõem nenhuma mudança na qualidade das frotas e nem resolver o problema da superlotação e atrasos dos coletivos. E o pior, não temos sistema de transporte integrado e os passageiros que precisam pegar mais de um ônibus pagam várias passagens.
No mês de julho deste ano, a população recebeu a noticia de
mais um possível aumento do preço das passagens de ônibus, até então de R$ 1,90 passando para o valor abusivo de 2,40, o que significaria um acréscimo de 24%, muito superior ao aumento do valor do salário mínimo e da inflação, que este ano chegou a 6,5%. A única justificativa é a sede de lucro dos empresários, que querem ficar cada vez mais ricos à custa do dinheiro dos trabalhadores e estudantes.
Em repúdio a esse aumento, no dia 30 de junho a Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas
de Teresina (AMES – Teresina) e a União da Juventude Rebelião (UJR) tomaram a frente das lutas e organizaram um protesto, mobilizando estudantes das escolas: Benjamin Baptista, João Clímaco, Liceu Piauiense e Barão de Gurguéia, Anísio de Abreu, Danthe, todas situadas no centro da cidade. Com cerca de 200 estudantes, seguiu em passeata pelas ruas do centro em direção a Prefeitura cantando palavras de ordem como: "O povo não é bobo R$2,40 é roubo" e “Se a passagem aumentar, a catraca eu vou pular”. A passeata teve total apoio da população que acenava nos prédios, aderia-se a ela em muitos momentos e os trabalhadores, que pegavam o microfone para denunciar e demonstrar seu repúdio.

Chegando à prefeitura da cidade, os estudantes se depararam com vários policiais fazendo um cerco na entrada do prédio. Mesmo assim, foi decidido que ninguém sairia de lá até que fossem atendidos pelo senhor Elmano Férrer, prefeito da cidade. Após muita insistência dos estudantes que não desanimavam, conseguiram que uma comissão com representantes da Ames – Teresina, UJR e estudantes de todas as escolas presentes fosse recebida pelo chefe de segurança da casa. A passeata teve vários resultados, entre eles uma reunião com a comissão para discutir sobre o tema com o Secretario de Governo, e a conquista do congelamento do preço das passagens.


Rubem Ilicht- Militante da UJR.