25 October 2007

700 nas ruas em Teresina!

SETECENTOS ESTUDANTES VÃO ÀS RUAS EM TERESINA!


Organizados pela Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas – AMES – e pela União da Juventude Rebelião, cerca de 700 estudantes, representando 15 escolas, foram às ruas no último dia 23 em Teresina para protestar contra o alto preço das carteirinhas de estudantes e para exigir a aprovação do projeto de lei de inclusão da AMES-TE na Comissão Municipal Expedidora de Identidade Estudantil – CMEIE, que já estava em segunda votação.
Após a chegada de todas as delegações os estudantes saíram em passeata da escola João Clímaco, local da concentração, passando pelo Liceu piauiense e percorrendo as ruas do centro da cidade em direção à Câmara Municipal de Teresina. No caminho vários estudantes mostraram a sua rebeldia e indignação com o alto preço das carteirinhas e a falta de representação dos estudantes na CMEIE. O protesto seguiu com muita disposição para a luta e animação, com muitas palavras de ordem, tais como: “estudante não é bobo, 16 reais é roubo”, “1, 2, 3, 4, 5 mil aqui está presente o movimento estudantil”.
Chegando à Câmara de vereadores para assistir a votação, os estudantes lotaram as galerias, a escadaria, os corredores e a rua em frente ao prédio da Câmara, continuando com muitas palavras de ordem e discursos, conquistando o apoio de toda a população, inclusive dos agentes de saúde que estavam em greve por melhores condições de trabalho. Uma das lideranças dos agentes de saúde, ao usar a palavra, falou:” tenho três filhos estudando e os levo para escola de bicicleta pois não disponho de R$ 48,00 para pagar carteira de estudante e ainda comprar vale estudantil”.
Ao ser anunciado pelo presidente da câmara o início da votação do projeto a esperança, angústia e o silêncio tomaram conta dos estudantes, que ao verem o resultado de 13 votos a favor e apenas 3 contra explodiram de alegria gritando: “a AMES somos nós, nossa força e nossa voz”.
Por fim, após a votação todos os estudantes foram para as ruas realizando a passeata da vitória, ficando a lição de que só conquista quem luta.


Jessiane Brito e Amanda Augusta, diretoras da AMES e militantes da UJR.

10 August 2007

CCEP FECHA AS PORTAS PARA OS ESTUDANTES DO PIAUÍ

No dia 21 de julho de 2007, na cidade de Parnaíba, infelizmente em plenas férias escolares, realizou-se o inesperado: a atual diretoria do CCEP (Centro Colegial dos Estudantes Piauiense) fechou suas portas para os estudantes do Piauí, deixando de convocar seu congresso que deveria ser em 2007, prorrogando por mais 02 (dois) anos seu mandato. Este tipo de prática sempre foi condenada ao longo da história do movimento estudantil do Piauí e do Brasil, representando falta de respeito e compromisso com os estudantes.
A Ames-Teresina que esteve presente juntamente com alguns alunos votaram contrariamente a esta imposição de perpetuar-se como se fossem os donos do CCEP. Em outras palavras: a diretoria do CCEP sabe que na maioria das escolas faltam: Professores, Laboratório de informática, Biblioteca, material esportivo, somos obrigados a pagar por textos e provas, tiramos a 26º colocação ou penúltimo lugar na prova de redação do ENEN/2006 e a 6º pior posição em conhecimentos gerais e específicos, e, no entanto alguns membros do CCEP viram as costas e fecham os olhos diante dessa realidade, esquecendo que o congresso dos estudantes do Piauí este ano poderia fortalecer gigantescamente a união, força e coragem de todos os alunos de nosso estado, para juntos lutarmos por uma escola Pública Gratuita e de boa Qualidade, para que nos dê orgulho e tranqüilidade de estudar no presente e garantir o nosso futuro.
Será que existe medo de debater com os alunos a má qualidade de ensino oferecida pelo governo? Porque o CCEP não quer prestar contas de sua Gestão? Ou os “donos” do CCEP ignoram a existência dos alunos e os abandonam? É assim que eles querem representar os estudantes do Piauí?
Portanto a AMES e os alunos apresentaram e foram aprovadas várias proposta que esperamos que sejam realizadas. Entre elas citaremos que aprovou-se a obrigação do CCEP, organizar e participar do CONEG e do Congresso da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas para debatermos sobre a educação e a luta dos estudantes em todo o Brasil. Esperamos que estas decisões sejam colocadas em prática e respeitadas.
Por fim neste evento chamado de CEEG (conselho estadual de entidades gerais) que durou cerca de 6 Horas, não houve sequer a preocupação de fazer a lista de presença, colocando em risco inclusive a legitimidade de sua existência. Quanta proeza, e até onde chegou nosso glorioso CCEP!!!

Isaac Ferreira
Presidente da AMES-Teresina e
Militante da União da Juventude Rebelião

11 de agosto dia dos estudantes!


O dia do estudante é comemorado em 11 de agosto, data em que, em 1827, foram criados os dois primeiros cursos de Direito do Brasil: um em São Paulo e o outro em Olinda. Cem anos após a criação desses cursos, a data foi escolhida para homenagear a todos os estudantes.
De lá pra cá, a educação no país acompanhou uma grave crise ao ponto em que alunos não conseguem sequer escrever legivelmente ou conseguir interpretar um texto, e o resultado é que em redação o Piauí ficou no penúltimo lugar no ENEN/2006 e a 6º pior posição em conhecimentos gerais e específicos.
O dia do estudante em várias cidades do país será comemorado com muita luta e organização em busca de um ensino que realmente tenha qualidade.

Naiara Aparecida
Militante da União da Juventude Rebelião
e Dir. do Grêmio do Benjamim Batista

JUNTE-SE A NÓS! ORGANIZE SEU GRÊMIO E FILIE-SE À AMES-TERESINA


A AMES Teresina vem contribuindo nas escolas com a formação dos Grêmios Estudantis, que estabelece a partir daí atividades e a organização dos alunos em cada escola em busca de melhores condições de ensino.
Foram realizadas várias eleições gremistas neste primeiro semestre de 2007, nas escolas: Benjamin Batista, Joel Mendes, Premem Sul, CEFET-PI e Severiano de Souza. Existem outras escolas em que a AMES estará construindo os Grêmios. Onde já existe estamos convidando as diretorias dos grêmios para se filiar à AMES, para podermos fortalecer a nossa luta por nossos direitos.
Entretanto temos que abrir nossos olhos, pois infelizmente a educação está bastante esquecida pelos governantes e para piorar a situação existem alguns alunos que são eleitos para representar e lutar por nossos direitos mas só pensam em ter benefícios individuais e defender os governantes, que desviam o dinheiro das escolas públicas, fazendo com que tenhamos que pagar por textos e provas, faltem laboratório de informática, biblioteca, professores etc.
Se em sua escola o grêmio não lhe representa nem luta por seus direitos organize todos os alunos e vamos juntos com a AMES convocar novas eleições. O grêmio é cada um de nós, ele é nossa força e nossa voz. Participe da AMES-TERESINA !

Iony Santos, Diretora da AMES - Teresina e
Militante da União da Juventude Rebelião

AMES PROMOVE DEBATES!



A Ames como entidade representativa dos estudantes e principal responsável pela condução de suas lutas diárias vem realizando diversas atividades tendo como objetivos discutir junto com os estudantes suas necessidades mais imediatas e traçar ações práticas para suprí-las.
O mês de maio, por exemplo, foi bastante intenso. Nos dias 07 e 08 houve debates nas unidades escolares Benjamin batista, CEB Prof. James de Azevedo, Liceu Piauiense, onde contamos com a presença de centenas de estudantes.
Os temas principais foram o passe livre, a meia-passagem intermunicipal e o livre acesso à universidade. Para palestrantes tivemos a presença dos militantes da União da Juventude Rebelião e Sec. Geral da UBES Sandino Patriota e Isaac Ferreira Presidente da AMES Teresina que falaram da importância dessas conquistas para os estudantes piauienses e como lutar por elas. Os participantes fizeram suas perguntas, tirou suas dúvidas e contribuíram ativamente com os debates.
E tem mais no João Clímaco a AMES organizou junto com os alunos do turno da manhã o debate sobre ecologia com a participação de professores de física, geografia, química e o presidente da AMES. Ficando bastante claro para os presentes que ou nós destruimos com os principais causadores da poluição no mundo que é o sistema de produção capitalista ou seremos nós que seremos destruídos.

Amanda Augusta
Sec. Geral do Grêmio do CEFET-PI
Militante da União
da Juventude Rebelião

II ENOET Fortaleza-Ceará


Foi realizado nos dias 07, 08 e 09 de junho de 2007, pela diretoria de escolas técnicas da UBES/Rebele-se e a UJR, o II ENOET (Encontro Norte e Nordeste de Escolas Técnicas e Tecnológicas) na cidade de Fortaleza-CE, para discutir a situação e o rumo do ensino técnico no Brasil, trocar idéias e experiências com estudantes de outros estados e principalmente debater juntos a proposta do MEC de transformar os CEFET´s em IFET´s ( Instituto Federal de Educação Tecnológica).
Nos seus três dias, o II ENOET foi regado por inúmeras discussões e sugestões. No primeiro dia foi realizada a abertura sendo discutidos a história do ensino técnico brasileiro, a condução da educação profissionalizante e a diretrizes do decreto para implantação dos IFET´s. No 2º dia foram debatidos a organização do movimento estudantil dentro das escolas, este tema foi coordenado pelo militante da União da Juventude Rebelião e Presidente da AMES Teresina, Isaac Ferreira. O terceiro dia teve apresentação de trabalhos científicos e os alunos do Piauí apresentaram os trabalhos sobre o impacto ambiental e drogas. Simultaneamente houve os grupos de debates na qual surgiram várias propostas que foram aprovadas pelos estudantes na plenária final na qual estava presente Amanda Augusta, que é a atual Sec. Geral da AMES Teresina, do Grêmio do CEFET-PI e membro da União da Juventude Rebelião.
Logo após as considerações finais realizou-se uma manifestação nas ruas de Fortaleza onde unimos a força e a coragem da juventude para dizer um basta nesse descaso com a educação, pois só com os estudantes consciente conseguiremos levar a nossa luta por um mundo justo, com educação pública de qualidade e mundo sem a opressão e exploração desumana em que o capitalismo impõe à maioria dos brasileiros.

Jessiane Brito
Dir. Comunicação Social do
Grêmio do CEFET-PI e
Militante da União da
Juventude Rebelião

16 July 2007

Eleita grêmiação do CEEPS- Monsenhor José Luiz Barbosa Cortez-Premen Sul.


Depois de 12 anos sem grêmio estudantil no Premen Sul, foi realizada no dia 05 de julho a eleição para a escolha da gremiação. Estavam inscritas duas chapas,que lutavam pelo melhor do CEEPS. A votação ocorreu tranquila durante todo o dia,sendo que a chapa 2 "Renovare", saiu vitoriosa com diferença de 262 votos sobre a concorrente.A eleição organizada com o apoio da Ames,tornou o periodo eleitoral mais fácil e organizado. Nós da chapa " Renovare" recebemos o apoio dos alunos nos três turnos em que funciona o Premen sul. Lutamos com garra e muita responsabilidade ao expôr nossas propostas, que ficaram bem claras e agradaram aos eleitores. Agradecemos a cada um dos votos recebidos, e lutaremos até o fim para cumprir o prometido e melhorar as questões estudantis do CEEPS.

Yara Sousa, secretária de Imprensa do Grêmio

MEC RECEBE CARTA COM REIVINDICAÇÕES DOS ESTUDANTES DE ESCOLAS TÉCNICAS.


Como aprovado no 2º Encontro Norte-Nordeste dos estudantes de escolas técnicas - Enoet, e no 1º Encontro Sudeste dos Estudantes de Escolas Técnicas, uma comissão formada por Sandino Patriota, secretário geral da UBES; Indira Xavier, diretora de Escolas Técnicas da UBES; Iracema Santos, presidente da AMES/Feira de Santana e diretora da UBES; Emerson Lira, presidente da APES/PB e diretor da UBES; Gabriela Valentim presidente da AERJ; Angelo, coordenador do DCE do CEFET-Ceará e Paulo César, Presidente da UESM/Fortaleza; entregou nas mãos do Ministro da Educação, Fernando Hadad, a carta de Fortaleza - José Montenegro de Lima. Na carta apresentamos várias exigências para mudar o ensino profissional brasileira, entre elas, nossa posição contrária ao projeto de IFET´s do governo federal.

Na ocasião da entrega da carta, integrantes do ministério admitiram erros na edição do decreto dos IFET´s. Todos os membro da comissão foram enfáticos em defender maiores investimentos para o ensino profissional brasileiro, como única forma de melhorar a educação.

Sabemos que só conquistaremos nossas reivindicações através da luta. Agora que o MEC já conhece nossas propostas chegou a hora de realizarmos uma grande mobilização nacional, em defesa das escolas técnicas, no dia 09 de Agosto. Todas as escolas precisam organizar atos públicos, debates, paralizações ou assembléias. Só assim seremos ouvidos e teremos nossas reivindicações atendidas.

14 July 2007

Victor Jara - El Derecho de Vivir en Paz



El derecho de vivir
poeta Ho Chi Minh,
que golpea de Vietnam
a toda la humanidad.
Ningún cañon borrará
el surco de tu arrozal.
El derecho de vivir en paz.

Indochina es el lugar
más allá del ancho mar,
donde revientan la flor
con genocidio y napalm;
la luna es una explosión
que funde todo el clamor.
El derecho de vivir en paz.

Tio Ho, nuestra canción
es fuego de puro amor,
es palomo palomar
olivo de olivar
es el canto universal
cadena que hará triunfar,
el derecho de vivir en paz.

12 July 2007

Poema de Pablo Neruda



''Escuchas otras voces em mi voz dolorida

Llanto de viejas bocas, sangre de viejas súplicas,

Amame, compañera. No me abandones. Sigueme,

Sigueme, compañera, em esa ola de angústia.

Pero se van tiñendo com tu amor mis palabras

Todo lo ocupas tú, todo lo ocupas

Voy haciendo de todas um collar infinito

Para tus blancas manos, suaves como las uvas.''

14 May 2007

AMES-TERESINA e UBES-Rebele-se: Organiza 2º ENOET - Encontro Norte e Nordeste de Estudantes de Escolas Técnicas e Agrotécnicas

No periodo de 7 a 10 de junho de 2007, acontecerá no CEFET-Fortaleza-Ceará, o 2ºENOET-Enconto Norte e Nordeste de Estudantes de Escolas Técnicas e Agrotécnicas. A organização deste evento é da Diretoria de Escolas Técnicas da UBES-União Brasileira de Estudantes Secundaristas em parceria com o Grêmio CEFET-Fortaleza.
O ENOET terá como um de seus objetivos: discutir a situação do ensino e as propostas de reformas do Governo Federal que esta em curso como a tarnsfornação dos CEFET em IFET - Institudo de Federal de Ensnino Técnico, criando a possibilidade de privatizar o ensino.
A AMES-Teresina em parceria com os grêmios estudantis da cidade está organizando uma delegação para participarmos e colocar nossa opinião, e intensificando a nossa luta na busca de uma educação pública, gratuita e de qualidade.

Para participar entre em contato conosco:
9985-7884
ames-teresina@hotmail.com

11 May 2007

AMES-Teresina: Faz Eleição do Grêmio Estudantil do Benjanin Baptista


As elições ocorreram muito bem, pois as duas chapas defendiam objetivos semelhantes: lutar para melhorar a qualidade do ensino.
cada proposta foi elaborada de acordo com as nessecidades dos alunos.
durante a ida nas salas com as urnas, vimos que a maioria dos alunos já estavam certos de quem iam votar. No fim do dia teve apuração, a chapa 1 obteve a maioria dos votos 577, a chapa 2 obteve 198. também tivemos o apoio de Isaac ferreira, amanda augusta e jesiane que são diretores da AMES-Teresina, que organizaram muito bem as eleições. Parabenz para a AMES.
Começamos bem pois tivemos muita confiança na vitoria, e mostrou-se que os alunos depositaram uma confiança muito grande en nós que iremos lutar para levar propostas de ensino melhor até o fim de nossa gestão.

Deiane Diretora de Imprensa do Grêmio
Naiara Diretora do Grêmio e Militante da UJR - União da JUventude Rebelião

10 May 2007

Seminário:Em defesa do Passe-livre, Educação



Em todo o país reuniões, palestras, debates e protesto têm marcado a historia dos estudantes e de toda a sociedade, que vêm exigindo o passe livre para os alunos, melhorias na qualidade de ensino e a meia passagem intermunicipal. Com o objetivo de garantir uma vida melhor e educação pública de qualidade.
Na capital do Piauí e demais cidade é enorme o lucro obtido pelos donos de empresas de ônibus, são milhões de reais, que sai do bolso com muito sacrifício da maioria da população, porque as tarifas de ônibus são muito caras. O pior é que sempre estão atrasados e superlotados os ônibus e quem não tiver o dinheiro vai a pé ou com bicicleta, na educação o governo sabe que nas escolas faltam professores, livros, computadores, materiais esportivo e é crescente a evasão escolar etc. entretanto quem ta no poder vem fingindo que os problemas não existem.
Para mudar a educação e fortalecer nossa luta estaremos realizando um seminário, para debater com os alunos do centro sobre o passe-livre, a realidade do ensino, a meia – passagem Intermunicipal e organização da nossa luta.

Ficha de Inscrição do Seminário:
Nome: ___________________________ Turma/Turno______________
Tel./Email:___________________________Escola:________________
Dia: 12-05-07 (sábado) Local: Benjamin Batista Hora: 14:h.

Realização:
AMES-TERESINA, UJR E UBES-REBELE-SE

Contato: 9985-7884 ames-teresina@hotmail.com

23 April 2007

Grêmio é a base!


No mês de Abril o movimento Rebele-se vai concentrar esforços na criação, fortalecimento e formação política de Grêmios Estudantis em todo o País. Você que ainda não tem um grêmio formado na sua escola, rebele-se. Entre em contato com o movimento no seu estado e vamos nos organizar.O Grêmio Livre Estudantil1 é lei federal há 22 anos. Isso significa que nenhuma direção de escola, professor, gerência de ensino ou secretaria de educação pode dizer quando, onde e como grêmio deve acontecer. A organização do Grêmio é um direito e nós não vamos abrir mão. O Grêmio é a entidade que representa todos os estudantes de uma determinada escola. Luta por educação de qualidade e defende nossos direitos. Para promover a união da galera, o grêmio organiza atividades culturais, festas, campeonatos esportivos e o que mais a criatividade permitir.Para organizar um grêmio começamos com uma reunião, da qual participam pelo menos um representante de cada turma da escola. Nessa reunião é eleita uma comissão pró-grêmio2, que tem o papel de explicar pra todo mundo o que é o grêmio, passando em sala, fazendo cartaz e distribuindo panfletos. Essa comissão também convoca uma assembléia geral de estudantes3, onde acontece a fundação do grêmio.Na Assembléia Geral é eleita uma comissão eleitoral4, composta de alunos que não fazem parte de nenhuma das chapas5 que concorrerão nas eleições. Na Assembléia também é aprovado o estatuto do grêmio6 e a data da eleição.Pra ficar bem claro: A comissão eleitoral apenas organiza as eleições, nenhum dos seus membros concorre nas eleições. Essa mesma comissão eleitoral recebe as inscrições das chapas e faz tudo direitinho para que as eleições ocorram na moral.Agora chegou a parte mais legal. As chapas inscritas fazem sua campanha, passando em sala, colando cartazes, distribuindo panfletos e agitando a escola. É a hora de fazer todo mundo se envolver, discutir as propostas para um grêmio rebelde, combativo e ao lado dos estudantes.Na eleição votam todos os alunos regularmente matriculados. O voto tem que ser secreto e em urna. A chapa que obtiver mais votos vence, e é empossada como nova diretoria do Grêmio para o período de um ano.É claro que esse texto não explica tudo sobre a formação de um grêmio, mas já dá uma boa dica.Não vacile nem fique pra trás. Forme um grêmio de luta na sua escola.1 Grêmio Livre Estudantil: Entidade representativa dos estudantes dentro da unidade escolar. Defende a educação e o direito dos alunos, organiza atividades culturais, desportivas e etc.2 Comissão pró-Grêmio: Comissão de estudantes eleita pela reunião dos representantes para fazer a divulgação na escola sobre os objetivos e finalidades do Grêmio Livre Estudantil.3 Assembléia Geral dos Estudantes: Reunião de todos os/as estudantes da escola. A Assembléia delibera com a presença de pelo menos 5% dos alunos regularmente matriculados.4 Comissão Eleitoral: Comissão de estudantes eleita pela Assembléia Geral. Organiza as eleições para o grêmio e recolhe as inscrições das chapas.5 Chapa: Lista de alunos que concorrem a eleição do grêmio. Nesta lista devem estar indicados os cargos a que cada estudante concorre. Ex: presidente, vice-presidente, tesoureiro e etc.6 Estatuto do Grêmio: Conjunto de regras que ditam o funcionamento do Grêmio. Define os cargos da diretoria, o tempo de gestão e todas as outras regras.

07 April 2007

AMES faz passeata em defesa do ensino público e gratuito para todos e Câmara de veradores de Teresina faz homenagen a Edson Luís!



A AMES (Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas de Teresina), gostaria de parabenizar aos cerca de 400 estudantes que foram às ruas no dia 28 de março para homenagear Edson Luís que foi um estudante assassinado pelo regime militar no ano de 1968 e para exigir nossos direitos de educação pública gratuita e de qualidade, porque infelizmente estamos nas piores colocações do resultado do ENEN de 2006, mesmo tendo um esforço extraordinário de cada professor, para passar os conhecimentos adquiridos. Estiveram presente as Escolas: Liceu Piauiense, Benjamim Baptista, João Clímaco, Engenheiro Sampaio, Prof. James de Azevedo, Icthus, CEFET e Lurdes Rebelo. O protesto que foi iniciado as 09h, na praça Tiradentes, em frente ao Liceu. Após a chegada de todos os alunos, fez sua caminhada pelas ruas de Teresina, informando à população que no ensino público falta professores, livros de várias disciplinas, laboratórios de informática na maioria das escolas e quase somos obrigados a pagar por textos, apostilas e até provas em várias escolas estaduais. Câmara de vereadores de Teresina faz homenagem com sessão solene a Edson Luis! Em 1968 foi assassinado o estudante Edson Luís no restaurante “Calabouço” no Rio de Janeiro, pelo Regime Militar, com o objetivo de impedir e amedrontar os estudantes que queriam apenas o direito de ter um ensino público de qualidade e um país justo e igualitário. Após 39 anos, a câmara de vereadores de Teresina aprovou uma audiência pública para homenagear Edson Luís, na homenagem além dos vereadores presentes usaram da palavra na tribuna os estudantes Isaac Ferreira - Presidente da AMES - Teresina, Francisco Edvan Presidente do CCEP e Quéops Damasceno Vice-Ceará da UBES, e Maria dos Remédios Vice-Presidente do SINTE-PI. Cada representação falou da importância que representou Edson Luís e o quanto é necessário cada um vê-lo como um exemplo de luta e combatividade a ser seguido por todos. A Secretaria Estadual e Municipal de educação foram convidados, mas infelizmente não compareceram, talvez porque tivessem “ocupados tentando resolver os graves problemas que temos no ensino". Ainda na câmara, todos os presentes gritaram "Edson Luís, Presente! Agora e Sempre". E "A AMES somos nós, nossa força e nossa voz".

04 April 2007

AMES - TERESINA NAS RUAS 28 DE MARÇO DE 2007


Ecologia: O meio ambiente que temos e o que teremos!


Reunidos em Paris, cientistas do mundo inteiro chegaram à conclusão de que a temperatura subirá de 4 a 6,4 graus até o fim do século. Caso se confirme essa elevação de temperatura, 3,2 bilhões de pessoas sofrerão com a falta d'agua, de 200 a 600 milhões de pessoas ficaram sem alimentos, a degradação do solo vai piorar e varias regiões do mundo assistirão nos próximos anos, a mais e mais catástrofes.

Mas de quem é a culpa pelo aquecimento global?

Os principais países capitalistas do mundo e suas empresas são os responsáveis por mais de 80% da produção de gases que causam o efeito estufa, e somente os EUA são culpados por 25% da emissão de dióxido de carbono do planeta, além de consumirem 70% da madeira da floresta Amazônica.

A ONU (Organização da Nações Unidas), organizou o Painel Intergovernamental sobre a mudança do Clima (IPCC, Sigla em Inglês) para debater e explicar as causas das profundas alterações climáticas que estão acontecendo no mundo. De acordo o relatório dos cientistas, o aquecimento é causado pela retenção de calor da Terra devido a uma capa de gases na atmosfera. A queima de combustíveis fósseis, petróleo e derivados, carvão mineral e gás natural, para a produção de energia, e a destruição das florestas aumenta a concentração desses gases, contribuindo para a elevação do chamado efeito estufa. Ou seja` a concentração na atmosfera de gases, como o dióxido de carbono (CO2) e metano, produzidos pela queima de petróleo, carvão e pela destruição de florestas, provoca o aquecimento e as conseqüentes mudanças do clima, que tornam mais freqüentes fenômenos como inundações, furacões, secas, tsunamis etc. Calcula-se que a produção de energia gerada por combustíveis fósseis é responsável por cerca de 60% das emissões de gases que causam o efeito estufa. São as mais altas da história do planeta, que revelam a gravidade do aquecimento global hoje, elevando a temperatura e multiplicando o número de pessoas com câncer e doenças respiratórias.

Não só esses problemas acima citados, mas também o que está bem acima de nossos olhos como o rio Parnaíba e outros rios que estão morrendo. Tem que partir de nós a luta para protegê-los. O papel do estudante não é apenas estudar, mas também ter consciência desse mundo capitalista e usar seus conhecimentos para o transformá-lo e impedir a destruição do planeta e seus habitantes. (fragmentos retirado do editorial do jornal A Verdade de 03/07, autoria de Luís Falcão)

27 March 2007

Edson Luís vive!




No dia 28 de março de 1968 foi assassinado, pela polícia militar, o estudante secundarista EDSON LUÍS, no restaurante ‘calabouço’, no Rio de Janeiro, durante uma manifestação estudantil. A partir desse fato, desencadeou-se uma reação sem precedente dos estudantes de todo o Brasil, que se manifestaram de forma firme contra a ditadura militar então existente, chegando ao ponto de levar 100 mil pessoas às ruas do Rio de Janeiro.Desde então
Desde então, esta data ficou consagrada à luta dos estudantes secundaristas brasileiros. Todos os anos o dia 28 de março é lembrado com manifestações, passeatas e atos Brasil afora.
Aqui em Teresina não será diferente. No próximo dia 28, quarta – feira, vamos nos concentrar a partir das 9 h. da manhã na praça do Liceu e de lá sairmos em passeata até a Câmara Municipal de Teresina, onde haverá uma sessão especial em homenagem à memória de EDSON LUÍS.
Além de reverenciar a memória de quem tombou na luta em defesa dos estudantes, vamos também mostrar a nossa insatisfação com a atual situação do ensino público em nossa capital.
Nas nossas escolas públicas a grande maioria dos laboratórios está fechada, as salas de informática não funcionam e ainda hoje estão faltando professores em diversas disciplinas. Não é à toa que no último ENEM o ensino público piauiense ficou em penúltimo lugar em todo o Brasil.
Não é isso que queremos para nós! Não foi por isso que EDSON LUÍS tombou!
Queremos ensino de qualidade para todos, principalmente para os filhos do povo que historicamente sempre foram excluídos em nosso país.
Durante a sessão especial na Câmara iremos entregar o abaixo assinado, com milhares de assinaturas, à secretaria estadual de educação, exigindo providências imediatas para que os graves problemas da escola pública comecem a ser resolvidos.
TODOS À PRÇA DO LICEU ÀS 9 H. DA MANHÃ
ASSOCIAÇÃO MUNICIPAL DOS ESTUDANTES SECUNDARISTAS - AMES

09 March 2007

Organizar o grêmio estudantil, para nossa luta ficar mais forte!

Deste de 1985 que existe a Lei Federal nº. 7.398/85 que Garante a todos estudantes do pais seja ele de ensino público ou privado, a livre organização do Grêmio Livre Estudantil, sem a intervenção da Direção escolar ou Secretarias Governamental. Direito garantido graças a luta, consciência e organização dos estudantes Brasileiros.
O Grêmio representa nossos interesses dentro e fora da escola. Ele permite que os alunos discutam, criem e fortaleçam inúmeras ações, sendo também um espaço de aprendizagem, cidadania, convivência, responsabilidade e luta por cada direito. Por isso, é importante que um de seus principais objetivos seja aumentar a participação dos alunos na busca por seus anseios: cultural, politico e educacional através de campeonatos, palestras, projetos e discussões, fazendo com que tenham voz ativa e participem junto com outros segmentos academico das atividades extra-salas.
Em nossa cidade a AMES-Teresina, esta inciando uma campanha de construção e filiação de Grêmios Estudantis.
Para filia-se, é só preencher o formulario padrão e participar da reuniões e atividades da AMES. Para construir o Gremio Estudantil, siga os sequintes passos:
1. Convide outros colegas inclusive de outros turnos para formar a comissão Pró-Grêmio.
2. Marque uma assembléia geral em um turno com todos alunos, ou, reunião com a maioria (50%+1) dos representante de sala em cada turno.
a)para aprovar uma comissão e um regimento eleitoral .
b) para continuar, convide a AMES, para continuar a criação do Grêmio.
3. Não esqueça que cada passo é importante a divulgação: Mural, salas de aula, folhetos etc.

02 March 2007

Viva o O8 de Março, dia Internacional das Mulheres !



Em 1857 no dia 08 de Março, 129 trabalhadores da indústria têxtil em Nova Iorque, vinham sendo exploradas, com jornadas absurdas de 16 h. por dia e recebendo baixos salários, inclusive inferiores aos que recebiam os homens que trabalhavam cerca de 8h. Cansadas de serem super-exploradas pelos donos das fábricas, decidiram realizar uma

greve para exigir a redução da jornada de trabalho e igualdade salarial. Mesmo sendo justo essa luta a burguesia proprietária da fábrica mandou que fechassem os portões e tocou fogo em tudo, com as trabalhadoras que resistiam lá dentro em greve, ficando todas presas e queimadas.
A partir de esta data diversos protestos acontecerem em todo o mundo em repúdio a essa atitude e exigindo salário e trabalho com igualdade para todos.
Em 1910, em Copenhague reune-se a primeira Conferência Internacional sobre a Mulher, sendo organizada pela Internacional Socialista, que decide que o dia internacional das Mulheres será em 08 de Março de cada ano, em homenagem as 129 mulher que deram suas vidas para garantir o direito que hoje a maioria das mulheres de todo o mundo possuem.
A AMES, junto com U. E. James de Azevedo, estará realizando varias atividades em homenagens as mulheres que serão: Palestras, Exposição de fotos, Exibição de Filmes, produção de Poesias, parodias e etc.
Esperamos que em cada Unidade de Ensino junto com a AMES, possam também realizar as homenagens e reflexões sobre o papel e a importância do exemplo e da luta das mulheres para conquistar uma sociedade mais justa e igualitária para todos.

23 February 2007

Conheça nossa Diretoria

Fale conosco:
Diretoria Executiva:


Presidente: Isaac Ferreira
Vice-Presidente: Marcílio de Souza
Secretario Geral: Abmael Bacelar
1º Secretária: Amanda Augusta
Tesoureiro Geral: Diogo Cardoso
1º Tesoureira: Iony Oliveira

Dir. de Imprensa: Juliana Andrade

21 February 2007

ENEM Prova: Educação Pública em Falência



O relatório mais recente do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) que mede o nível de conhecimento dos alunos do Brasil está disponível para todos no site: http://www.inep.gov.br/, onde fica claro que o interesse do Governo e dos alunos estão diminuindo em relação ao ensino público. Basta ver que dos 3,75 milhões de inscritos, cerca de 1 milhão não compareceram ao Exame, no qual são realizados por cada aluno provas de conhecimentos gerais/específicos e de redação. Mesmo o governo prometendo aos melhores classificados vantagens de pontos na hora de fazer o vestibular. Apesar do esforço quase que integral da maioria dos professores, o Nordeste ainda continua em ultimo lugar nesta prova. Aqui no Piauí, entre os 27 estados do Brasil ficamos na 26º colocação, ou seja, no penúltimo lugar com média de 47,85 na avaliação de Redação, ganhando apenas para a 27º colocação que é dos alunos de Alagoas, com média de 46,88 o 3º pior desempenho ainda foi no nordeste no estado de Sergipe com média de 48,05.
O Piauí em conhecimentos gerais/específicos, está na 6º pior colocação (veja as médias) perdendo em 1º Acre 30,27, em 2º Amazonas 30,65 , em 3º Maranhão 31,00 , em 4º Alagoas 31,28 , em 5 º Roraima 31,43 e o Piauí 6º 31,57. E tem mais: em redação a média dos resultados do ENEM em 2005(média 39,41) e 2006 (média 36,90), ou seja, no ano passado, teve uma queda de 2.51 na media entre 2005/2006. Em outras palavras a cada ano que passa a qualidade e as condições de ensino dos alunos de nosso país fica cada vez pior.
Mais a cada ano infelizmente a realidade mostra que o governo federal não se preocupa com ensino público, basta ver que com o pró-uni foram desviados cerca de três milhões de reais para os vampiros do ensino pago, criando pouco mais de 250 mil vagas para o ensino superior. Com o mesmo recurso seria possível termos 1 milhão de vagas nas universidades públicas.
Para piora o secretario de educação do Piauí, fechou varias em teresina em 2007, como por exemplo: o João Clímaco no turno da noite, João Costa nos três turnos, Joel Mendes noite, Engenheiro Sampaio na tarde, isso sem falar que nas demais escolas somos quase obrigados a pagarem por copias de textos e apostilhas, quanto existem laboratórios não podemos usá-los, para pesquisar ou fazer trabalhos em internet só pagando, os laboratórios de física/química/biologia são inexistentes, enfim se depender desse governo que fala e faz da educação uma mercadoria, accessível a quem poder paga-la e não uma obrigação do estado. A continuar assim o ensino publico será apenas uma lembrança e não uma realidade no Brasil. Só nós, com nossa organização, consciência e luta pderemos impedir a falência do ensino.
Portanto, jnte-se a nós! Vamos lutar pela melhoria da qualidade do ensino público, assegurar o livre acesso à universidade sem a barreira do vestibular e garantir um país a altura de nossos sonhos.
Diretoria de comunicação da AMES-Teresina

09 February 2007

AMES- TERESINA/PIAUÍ


No dia 02 Setembro de 2006, iniciou-se as 09:hs. na U. E. João Climaco D´Almeida, o Congresso de Fundação da AMES - Teresina (Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas de Teresina), onde estiveram presentes cerca de Cem (100) delegados, suplentes e observadores, alem de convidados que fizeram as saudações aos presentes na abertura, entre os convidados estava o combativo Diretor da UBES (Vice-Ceará) e militante da UJR, Queops Damascemo que logo dividiu-se e formou-se grupos de debates e apresentação de propostas sobre os temas: Situação Nacional e Internacional; Educação e os direitos Estudantis, Cultura/ Esporte, Fim do Vestibular e livre acesso a Universidade; Organização de Grêmios Estudantis.
Após os debates deve o almoço seguido de apresentação de dança popular, a tarde mais debate e aprovação das atividades e lutas a serem pela diretoria da AMES. Por fim, apresentou-se a proposta da 1º diretoria da AMES- TERESINA, na qual os estudantes escolheram para presidente Isaac Ferreira, estudante do U.E. Benjamin Batista, que junto com os demais diretores demais membros tem a tarefa de garantir que enquanto existir problemas na educação e no pais os estudantes lutaram para garantir seus direitos. “ O presente é de lutas, e o futuro a nós pertence” ( che Guevara)
Juliana Andrade
Dir. de Comunicação da Ames-Teresina
ames-tersina@hotmail.com
www.ames-tersina.blogspot.com